O sono é natural de qualquer pessoa, uns tem mais outros menos, já que cada corpo necessita de um tempo específico de repouso. Porém, em alguns momentos ele pode ser um risco, por exemplo, durante a direção do carro.

Quando o sono chega, alguns motoristas utilizam truques como, deixar as janelas do carro abertas, aumentar o volume da música ou fazer uma pausa para o café. No entanto, isso é extremamente perigoso já que nenhuma dessas “soluções” de fato resolvem o problema. Elas podem, inclusive, atrapalhar ainda mais, distraindo o condutor.

Grande parte dos motoristas envolvidos em acidentes causados por sono nem se recordam do exato momento em que dormiram, pois nenhum de nós tem noção da própria sonolência.

Pesquisas da Associação Brasileira do Sono (ABS) mostram que o sono é o culpado por 30% das mortes e 20% dos acidentes causados nas vias, no país. Já a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), informa que depois de 19 horas sem dormir o desempenho do motorista se iguala a de alguém que ingeriu três copos de vinho ou seis copos de cerveja. Dirigir sem ter dormido ao menos sete horas dobra a possibilidade de se envolver em acidentes.

Cochilar entre 4 e 5 segundos pode parecer muito pouco, mas pode causar um estrago grande. Nesse intervalo de tempo, a 120 km/h são percorridos 166 metros em que o motorista não está prestando atenção na via, nos outros carros nem na própria velocidade, o que pode fazer com que ela seja excedida sem que o condutor se dê conta.

A melhor maneira de fazer com que o sono passe é dormindo. Se você não tiver muito tempo, um cochilo de 30 minutos é a solução. Outro modo de prevenir a sonolência ao dirigir é repousar bastante durante a noite. Dirija sempre com cuidado e atenção, ao menor sinal de sono pare o veículo e descanse.

PROGRAMA CNH POPULAR

Desde 2011 promovendo educação no trânsito

Iniciativa Privada de Responsabilidade Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *