Capacete de moto: Como escolher?

Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), no Brasil existem cerca de 28 milhões de motocicletas ou motonetas. E, de acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), a chance de um piloto morrer em um acidente é 20 vezes maior do que quem está dentro de um carro. Além do fato de que, sem capacete, esse número aumenta 60 vezes. 

Esses são só alguns dos dados que mostram a importância de se tomar um cuidado extra ao pilotar uma mota. Principalmente, cuidando com a velocidade e o capacete. Por isso, iremos explicar quais são os pontos centrais ao escolher o seu capacete. 

  1. Frequência de uso

Devido o valor mais baixo comparado ao carro, muitos brasileiros possuem carro e moto em suas casas. Por isso, alguns usam a motocicleta apenas aos finais de semana, enquanto outros a utilizam todos os dias. 

No entanto, em todas os casos você deve observar o desgaste do capacete. Apesar de seu prazo de validade de 03 anos, talvez seja necessário fazer a sua troca antes.

  1. Segurança

Quanto melhor o capacete, mais seguro estará. Portanto, não economize ao escolher o seu modelos. Certifique-se de que ele é aprovado o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e evite os capacetes abertos, pois deixam o rosto exposto.

  1. Visibilidade em dias frios e chuvosos

Para uma melhor visibilidade, confira se o seu capacete possui “pinlock”. A tecnologia é uma película colocada na viseira que faz a manutenção para que o pilota tenha 100% da visão em dias de chuvosos, de frio, neblina ou com a respiração do piloto. 

Lembre-se sempre que o uso do capacete é mais do que uma precaução, é uma exigência do artigo 244 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que diz que:

Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor:

I – sem usar capacete de segurança com viseira ou óculos de proteção e vestuário de acordo com as normas e especificações aprovadas pelo CONTRAN;

II – transportando passageiro sem o capacete de segurança, na forma estabelecida no inciso anterior, ou fora do assento suplementar colocado atrás do condutor ou em carro lateral;

É infração gravíssima, com penalidade de multa e suspensão do direito de dirigir. Cabe ainda medida administrativa: recolhimento do documento de habilitação.

PROGRAMA CNH POPULAR

Desde 2011 promovendo educação no trânsito

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

POP Contato

Central Programa CNH Popular 

Avenida Nicomedes Alves dos Santos, 1205 – Sala 103 
Bairro: Morada da Colina, Uberlândia – Minas Gerais
CEP 38400-142 – Telefone – (34) 32319257

POP Mídia Social

® Copyright 2006 - 2020 Programa CNH Popular®